Operador de empilhadeira, como escolher?

14 de janeiro de 2019
Essencial para muitos segmentos, o profissional de empilhadeira é indispensável para o transporte e organização de materiais, ferramentas e produtos
  • foto
O trabalho do operador de empilhadeira demanda concentração e precisão, justo porque, além de dirigir, o operador organiza e está atento a dinâmica de carga e descarga dentro do estoque da empresa. Além do certificado e a habilitação, algumas características são fundamentais para o operador de empilhadeiras, como senso de organização, atenção e destreza.

Outras funções importantes também são atribuídas ao operador: O total controle da empilhadeira, desde manutenção ao abastecimento do equipamento e o check list diário recomendado pelo fabricante.

Mas como selecionar o melhor profissional para minha empresa?

O operador de empilhadeira deve ter entretanto, um certificado reconhecido pelo ministério da educação (MEC). Esse é um pré-requisito obrigatório para a função. O conteúdo das aulas abrange desde a legislação aplicável à empilhadeiras como também passa pela segurança do condutor, organização e etc.

É importante ressaltar que apenas maiores de 18 anos podem fazer o curso. E sendo assim, ainda é necessário ter completado a 4ª série do Ensino Fundamental e possuir CNH (categorias B, C, D ou E).
Manutenção do certificado Mesmo depois de ter encontrado um profissional capacitado, é necessário que ele se atualize.

Desse modo, é sempre importante estar a par de todas as melhorias do mercado em que atua. E assim, sempre seja um profissional otimizado. Para isso, o operador de empilhadeira precisa passar por um processo de “reciclagem” do seu curso de operador de empilhadeira.